domingo, 16 de agosto de 2009

Ansia

Quando me vem essa verdade adulta
Marcando toda culpa
- da vontade de existir -
Faço gritar uma rajada de vento
Imponho-lhes o gosto do tormento
Vomito tais palavras de vazio.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Sussuro

(no escuro do quarto sozinho
eu posso dizer... (baixinho)
que às vezes o coraçao sente
e eu te amo des-esperadamente
quando nao ha mais ninguém
para amar)